quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Meio do Nada #7: Jair convida McCartney para cantar Michelle

MEIO DO NADA | Reportamos notícias do futuro delirante | #7


Volta às aulas. Termina amanhã o prazo para a matrícula dos aprovados no Exame Nacional do Ensino Macho (ENEM). Para a inscrição nas universidades, os estudantes devem apresentar exame toxicológico, carteirinha do Partido Social Liberal (PSL), atestado de antecedentes liberais, além de cópias do Certificado de Batismo no Rio Jordão e da Declaração de Heterossexualidade, documentos expedidos pela Igreja Universal do Reino de Deus. 
Vem Paul. O Presidente Jair quer celebrar os 40 anos da primeira-dama, Michelle, em grande estilo. Ele enviou carta ao ex-beatle Paul McCartney, convidando-o para tocar a canção Michelle durante o churrascão de aniversário da esposa, no Palácio da Alvorada. O próprio Jair ditou o conteúdo da carta ao tradutor juramentado da nação, Fernando Henrique Cardoso, que passou o texto para o inglês britânico. 
Post-it. Mas Paul declinou o convite, por meio de mensagem curta em um post-it: "Imagine". A negativa com menção à música do ex-beatle, pacifista e comunista John Lennon - considerado persona non grata mismo después de muerta pelo governo brasileiro - irritou Jair. "Esse bebedor subversivo de chá nunca mais tomará um caldo de cana em nossas praias tá ok?", disparou. No lugar de Paul, Latino canta Festa no apê, que, adaptado ao trend evangélico, passa a se chamar O culto em festa. 
Vai ter mar. O almirante à frente do Superministério de Minas-e-Energia-Desde-Que-Fóssil vai finalmente ligar Minas Gerais ao Atlântico. A ideia é inundar a área devastada no desastre de Mariana e transformá-la em um braço de mar até o Espírito Santo. "Assim metemos a faca em dois problemas: limpamos de vez o Rio Doce e entregamos ao mineiro a prainha do fim de semana", exalta o Superministro. 
E mais. Durante um rodízio de sopas, o almirante discutiu o projeto com o CEO das Américas, Donald Trump. O líder continental planeja construir três empreendimentos às margens do golfo marítimo mineiro: a réplica estilizada da Estátua da Liberdade com o rosto do Presidente Jair, para peregrinação dos fiéis; a filial de Miami no lugar de Governador Valadares (MG); e a Arena Medieval Bank of America, com lutas entre gladiadores crossfiteiros de bem e marxistas hipsters ​veganos. 
Conversão. Segundo a Superministra da Agricultura e 1/2 Ambiente, todos os indígenas se converteram com sucesso à ideologia liberal cristã anticlimática, com o apoio de neojesuítas alt-right treinados por Olavo de Carvalho. Entre as ações realizadas, a Starbucks capacitou índios a servir café e a Sephora qualificou as índias a maquiar meninas de bem. "Isso comprova a falácia do climatismo, pois a eliminação das tribos não aumentou a temperatura da Terra", comemora a ministra. 
Combate. O Ministério da Equalização Racial e da Alvura (MIERDA) está preocupado com a escalada do racismo reverso, que vem afetando os Brasileiros Brancos de Bem (BBBs). Em resposta, o governo vai instituir o Dia Nacional da Consistência Branca, construir o Museu Caucasiano Brasileiro, no Parque Ibirapuera, e promover o White People's Friday, com superofertas comerciais apenas para pessoas claramente alvas. 
Tracking: interceptações dos nossos repórteres 
 >>> Brasil corta relações com o Japão devido à sua bandeira com o círculo vermelho, sinal "inequívoco do globalismo marxista".
>>> Para evitar sanções, Governador de Minas Gerais altera a bandeira do Estado, que agora possui um triângulo azul e os dizeres "Liberais que são de bem".
 >>> Presidente Jair estrela novo comercial da Johnson & Jonhson, em que aparece borrifando talco nas axilas e entre os dedos do pé e exclamando: "Tálquei! E você?

IMAGENS QUE VÃO DAR O QUE FALAR


Em foto vazada à Folha de Montevidéu, Jair aparece tietando o elenco da série subversiva Casa de Papel, em 2018, causando perplexidade na comunidade LGBT (Liberais Gostosos Brancos Tatuados).


O ex-motorista e ex-brasileiro Fabrício Queiroz, desaparecido desde 2018 quando estourou o escândalo Bolsogate, foi descoberto em uma tribo indígena brasileira refugiada na Bolívia. Segundo especialistas, a armação dos óculos bate com a identidade do foragido.


MEIO DO NADA é uma newsletter colaborativa ficcional: reportamos os fatos do nosso futuro delirante. Qualquer semelhança com a realidade pode ser mera premonição.
Se você é jornalista e viaja pelo túnel do tempo, encaminhe sua notícia do futuro para nós. Vamos verificar a informação por meio de avançados oráculos digitais e, uma vez validada, ela será publicada. Participe!

Edição: Leozito Coelho
Colaboraram: Boris Orloff, Lulu Garibaldi, Marco Lino e Severo Neto.
Se você ainda não é assinante da Meio do Nada, clique aqui e faça sua inscrição. É grátis!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.