terça-feira, 29 de outubro de 2019

Da série 'A destruição do Brasil pelo golpe'

É claro que o governo atual falha no combate ao vazamento que completa a destruição ambiental do Brasil pelo golpe: primeiro foi a Bacia do Rio Doce, seguido da Bacia do Rio das Velhas, pelas mineradoras; depois a Amazônia queimada pelo agronegócio, além de queimadas em toda parte, inclusive no entorno de BH; agora, as praias.
O governo atual é incompetente, não tem quadros, só tem ideologia, a neoliberal, que quer desregulamentar tudo para que o capital lucre mais, gaste menos, não tenha opositores. Simples assim. Por isso a direita, que levou o mundo a duas guerras no começo do século passado e ficou apavorada com a crise mundial de 1929, não consegue administrar o capitalismo e precisou da esquerda, com suas reformas, para salvá-lo. Mas ela só cede quando vê o povo descontrolado destruir tudo, em revolta, e teme que isso dê em revolução, que é quando um grupo ideológico coeso e competente, como foram os bolchevistas em 1917, assume a liderança. Construir dá trabalho, governos ideológicos cegos não têm competência para isso.

Vazamento de óleo no Nordeste: quais órgãos são responsáveis por limpar, investigar e punir

João Fellet - @joaofellet Da BBC News Brasil em São Paulo

(Imagem: militares da Marinha e agentes do Ibama trabalham para retirar óleo da foz do rio Jaboatão, em Pernambuco.)

Ibama e Marinha

As manchas de óleo no litoral do Nordeste mobilizaram vários órgãos federais, estaduais e municipais, além de milhares de voluntários.

O incidente já afetou 225 praias em 80 municípios desde o fim de agosto. Neste fim de semana, as manchas voltaram a aparecer em seis praias do Rio Grande do Norte que já haviam sido afetadas pelo vazamento (Tabatinga, Búzios e Camurupim, em Nísia Floresta; Praia do Giz e Praia do Amor, em Tibau do Sul; e Pirangi do Norte, em Parnamirim).

A dimensão do acidente e as dúvidas quanto à sua autoria têm alimentado embates entre autoridades e motivado críticas de comunidades impactadas e ambientalistas, que questionam a eficácia da resposta governamental ao desastre.

Qual é, no entanto, a atribuição de cada órgão em um incidente como esse? Quem é responsável por limpar as praias, investigar o vazamento e denunciar os responsáveis?

Clique aqui para ler a íntegra da reportatem no saite da BBC Brasil.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.