sábado, 12 de maio de 2018

Todo mundo deve ver essa entrevista do Guilherme Boulos

A entrevista do Guilherme Boulos no roda morta é um retrato do golpe. A direita -- representada pelo apresentador, por um cientista político de quinta categoria, um empresário inexpressivo e dois jornalistas do PIG -- é destruída no debate. Todas as perguntas são provocações de baixo nível e o Boulos responde com informações e afirmações inquestionáveis.
A consequência -- no programa e na política brasileira -- é que a direita perde o debate e perde a eleição. Por isso apela para o baixo nível, para a conspiração, para o golpe, para o autoritarismo, para a repressão.
A direita brasileira e a democracia são incompatíveis.
A entrevista me provoca dois sentimentos opostos.
O primeiro é de esperança, porque fica claro que a esquerda avançou nos últimos anos e que temos um candidato e um partido que defendem a democracia, no sentido verdadeiro da palavra, que é o empoderamento do povo e a construção de uma sociedade igualitária, justa, com liberdade.
O segundo é que, justamente por isso, e porque a direita brasileira é incapaz de conviver com a democracia, talvez estejamos próximos de um golpe dentro do golpe, de um AI-5, de uma ditadura feroz, para destruir esse empoderamento popular inegável que o governo de conciliação de classes do PT gerou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.