sábado, 4 de maio de 2019

Impeachment já!

Crimes de responsabilidade não faltam, ao contrário do que aconteceu com o impeachment da ex-presidenta Dilma, cujo processo foi forjado. Nassif já listou dezenas de crimes de responsabilidade praticados pelo presidente capitão e seus ministros, num desgoverno sem precedentes na história do Brasil. O mais lúcido e bem informado dos analistas brasileiros convoca os brasileiros para interromper o desgoverno antes que a nação seja destruída e retroceda um século, porque esse é o propósito do capitão e seus liberais exaltados, evangélicos exaltados, milicianos exaltados, militares exaltados etc.

Tem que tirar Bolsonaro, antes que acabe com o sistema educacional brasileiro

Por Luis Nassif, no GGN, 3/5/19

O bloqueio das verbas de custeio, autorizado por Jair Bolsonaro, vai paralisar todo o sistema de ensino superior e dos Institutos Federais de Educação. E foi motivado exclusivamente pela tal guerra ao marxismo cultural que orienta todas as ações de governo e pelos investimentos de Paulo Guedes no setor privado.

É tão maluco esse desmonte quanto seria a ideia de estatizar o setor privado. São posições ideológicas sem nenhuma avaliação sobre o resultado final para o país.

Essa loucura vai desestruturar o sistema universitário, prejudicar milhares de alunos, interromper pesquisas científicas, comprometer o atendimento dos hospitais universitários.

Insisto: o país não pode continuar refém desses celerados. O governo é transitório. Dura um mandato, dois, com reeleição. Há obras que são permanentes, como é o caso do sistema de ensino público. Não há nenhuma possibilidade de conferir a um mandatário o poder de destruir uma construção intergeracional e, mais do que isso, essencial para o desenvolvimento do país.

Talvez essa irresponsabilidade  seja derrubada em breve, por uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal). Mas como se pode conviver com armadilhas diárias, desmontes diários de toda uma construção política, social, de várias gerações de brasileiros, não apenas destruindo o que foi construído ao longo de décadas, mas deixando um vácuo, sem nenhum projeto alternativo?

O STF, o Congresso, o Judiciário, as Forças Armadas são parte do Estado brasileiro. Não podem permitir a continuidade dessa loucura. Se não agirem, serão cúmplices da destruição do país como Nação.

(Clique AQUI para ler no GGN.)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.