sábado, 7 de junho de 2014

Os lados opostos da Copa

O repórter da emissora estrangeira vê o óbvio: uns ganham, outros perdem na Copa, tem um lado bom e um lado ruim.
Quem ganha e o que ganhamos é a questão. Pra mim, está longe de ser o que quero ganhar.
E quem perde são os de sempre, os pobres.
A Copa é uma furada porque entrou no modelo neoliberal desenvolvimentista.
É, o governo petista conseguiu juntar essas duas coisas, e as obras, ações e propaganda da Copa são o melhor exemplo disso.
O grande tiro no pé do PT.

Da BBC Mundo, Rio de Janeiro.
Copa 'muda a vida' de cariocas para melhor e para pior 
Gerardo Lissardy 

Certa noite, em maio, Maria de Lourdes Soares perdeu o pouco que tinha para ganhar a vida quando a fiscalização apreendeu sua barraca de vender cocos e biscoitos na praia do Flamengo.Esse contrato elevou seu faturamento em 30% e lhe garantirá uma renda mensal suficiente para dois anos - um trampolim para novos horizontes.
"Com a Copa vão chegar muitos turistas, muitos gringos. Eles não querem ver as barracas, querem ver as coisas lindas", se queixa a vendedora.
"O problema dos políticos e governantes é não querer mostrar para fora a pobreza do Rio".
Naquela mesma noite, José Luis Monteiro voltava de avião de São Paulo, onde tinha ido compartilhar com outros empreendedores seus segredos para ganhar dinheiro com o torneio.
Dono de uma pequena empresa de cimento pré-moldado, ele obteve o contrato para quatro grandes rampas e um anel ao redor do Maracanã, estádio que receberá sete partidas da Copa, incluindo a final. "Essa obra gerou meu primeiro milhão", disse o empresário, de 53 anos.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.