terça-feira, 7 de janeiro de 2014

A nova tortura no Brasil

Agora é feita pelo Judiciário. O processo farsa do "mensalão" não comprovou enriquecimento ilícito do deputado Genoínio, que nada possui a não ser uma casa comprada com financiamento, mas a "justiça" condenou o comunista a pagar indenização de quase meio milhão de reais. A ditadura torturava sem esses requintes. Enquanto isso, os políticos de direita sequer são investigados, muito menos julgados, como se vê nos casos do senador Demóstenes, do "mensalão" dos tucanos mineiros e do helicoca dos Perrella. Pelo menos uma vantagem essa perseguição tem: deixa claro até para quem não queria ver que os dirigentes petistas foram condenados num processo político e que toda essa história opõe os dois lados que sempre se confrontaram no Brasil -- em 1954, em 1964, em 1968, em 1984, e ainda nas eleições de 2002, 2006, 2010 e novamente se enfrentarão este ano.

Do Brasil 247.
Miruna Genoino: será que "vão tomar nossa casa?"
A filha do ex-deputado José Genoino, Miruna Genoino, afirmou que ela e sua família não têm condições de pagar a multa imposta pelo Supremo Tribunal Federal (STF), de R$ 468 mil. Segundo decisão da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, a quantia deve ser paga em um prazo de até dez dias.
"Tenho certeza de que todos aqui sabem perfeitamente que eu e minha família não temos como pagar 468 mil reais", escreveu Miruna no Facebook. "O que vão fazer conosco? Vão tomar a nossa casa?", questionou.
Na mensagem, ela conta que "a duras, duríssimas penas", paga o financiamento de um apartamento "que vale muito menos do que isso" (o valor da multa). "Meus pais moram onde moram (...), o carro que meu pai tinha, um logan de 2008, foi vendido para podermos ajustar nossas finanças depois da prisão", continua ela.
Em entrevista ao 247, o irmão de Genoino, deputado José Guimarães (PT-CE), declarou que seu irmão "não tem um vintém no bolso". "Ele é uma pessoa de vida simples, todo o Brasil sabe disso, nunca acumulou nada", afirmou.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.