quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

A votação em que Joaquim Barbosa mentiu

E foi pego com a boca na botija.
Sob alegação de segredo de justiça, Barbosa impediu os réus do "mensalão" de obterem informações do processo necessárias à sua defesa. A votação no STF foi renhida e Barbosa só ganhou com o voto de desempate de Ayres Brito (como presidente do tribunal, Brito foi o avalista dos desmandos de Barbosa no processo). Pra gente ver como funciona esse tribunal. Teoricamente, ele tem a missão de garantir o cumprimento da Constituição, mas faz o oposto. Faz política, não faz justiça. A argumentação de Celso de Melo, "técnica", é elucidativa. Esta foi apenas uma das irregularidades do processo.
Do blog O Cafezinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.