quinta-feira, 2 de maio de 2013

O país que não quis a copa

O presidente da Colômbia disse não às exigências de João Havelange e renegou a copa. Hoje a própria Fifa admite que o brasileiro fazia negócios por fora.

Do Almanaque da Bola.
O dia em que a Colômbia peitou a Fifa e desistiu de organizar a Copa Diego Salgado
A Copa do Mundo da Fifa chegará à 20ª no Brasil, daqui a pouco mais de 15 meses. Em 84 anos, desde 1930, somente um país não aceitou as exigências da entidade e deixou de organizar o Mundial durante a preparação. Em outubro de 1982, a Colômbia peitou a Fifa e afirmou que o torneio de 1986 não lhe convinha e que as necessidades do país eram outras.
Na ocasião, o presidente Belisario Betancur, empossado no cargo em 7 de agosto de 1982, confrontou a Fifa – que tinha o brasileiro João Havelange no comando. "Aqui não se cumpriu com a regra de ouro em que a Copa deve servir à Colômbia e não a Colômbia à multinacional Fifa. Por essa razão, a Copa de 1986 não ocorrerá no nosso país. Não há tempo para atender às extravagâncias da Fifa e seus sócios", disse.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário