quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

A fortuna inexplicada do tucano Álvaro Dias

Depois do senador Demóstenes, é a vez de mais um senador da oposição demotucana, paladino da moral e da honestidade, ser desmascarado. Essa gente tem a protegê-la a "grande" imprensa (Globo, Veja, Folha e Estadão), que está sempre pronta a denunciar (ou inventar) crimes petistas, mas esconde as falcatruas dos demotucanos. Como o episódio do senador Demóstenes mostrou, políticos do PSDB e do DEM e imprensa atuam juntos, e ainda se ligam a gente como o banqueiro do bicho Cachoeira. Álvaro Dias recebe altíssimo salário de senador (R$ 26 mil), mas acha pouco e tem aposentadoria inconstitucional de governador (vídeo), de R$ 24 mil. E ameaça quem divulga isso. Já dá pra formar fortuna vergonhosa só com isso (embora ele não se envergonhe), mas não suficiente para multiplicar-se por oito em seis anos. E ele ainda nega paternidade a uma filha.

Do Brasil 247.
Álvaro Dias declarou R$ 1,9 mi e filha pede oito vezes mais 
Sempre pronto a cobrar dos homens públicos total transparência, o senador Álvaro Dias (PSDB-PR), adotou a tática do avestruz ao ter revelada a ação judicial em que foi condenado por sua própria filha, que é fruto de um relacionamento extraconjugal com uma servidora pública. A menina, que ainda é menor, conseguiu que o líder do PSDB no Senado fosse condenado por abandono afetivo e pediu ainda parte na venda de cinco casas do senador em Brasília, avaliadas em R$ 16 milhões. No Twitter, onde é bastante assíduo, o senador se limitou a postar a seguinte mensagem: "Desrespeito à lei, distorção dos fatos para magoar pessoas que não merecem isso".Álvaro Dias tenta circunscrever o caso a uma disputa de família, numa ação que corre em segredo de Justiça. Ocorre que o processo cria um sério constrangimento para o senador. Seis anos atrás, ele declarou um patrimônio de R$ 1,9 milhão à Justiça Eleitoral, que inclui imóveis e uma fazenda no Paraná. Apenas no tocante a quatro casas em Brasília, a filha briga por um patrimônio oito vezes maior, que dificilmente poderia ser acumulado com os rendimentos apenas de senador. E note-se que Álvaro Dias é um dos parlamentares mais bem pagos do País, pois recebe ainda uma aposentadoria de R$ 24 mil por mês como ex-governador do Paraná. Recentemente, ao ser questionado sobre por que cobrava tanto a ética de seus pares e recebia uma aposentadoria estando na ativa, Álvaro Dias disse que doaria os ganhos da pensão a entidades assistenciais paranaenses.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.