sábado, 22 de dezembro de 2012

Joaquim Barbosa, enfim, recebe votos do povo

Você também pode votar nele. 

Do Diário do Centro do Mundo
Enquete: a personalidade mais desagradável de 2012 
Paulo Nogueira
Não imaginei que Serra ganhasse concorrência relevante ao posto de brasileiro mais antipático, mas me equivoquei.
O julgamento do mensalão trouxe para o centro dos holofotes Joaquim Barbosa, o Batman. Barbosa é uma espécie de alma gêmea de Serra: o mesmo ar superior, a mesma empáfia, a mesma capacidade de se indispor com seus pares, o mesmo apreço pelos holofotes e pela última palavra.
E acima de tudo: o mesmo fã clube, situado na faixa mais reacionária — e menos popular — da sociedade. Coloquemos assim: se eleições fossem decididas por frequentadores de restaurantes de luxo e donos de BMWs, ou de jornais, Barbosa seria barbada para 2014.
Um retrato do que a maior parte das pessoas pensa dele está na enquete em curso neste Diário. O objetivo é escolher o brasileiro mais desagradável do ano. As opções são variadas, como você pode perceber no lado direito da página de entrada do Diário.
Barbosa vai liderando com folga. Tem, por enquanto, o dobro de votos do segundo colocado, Reinaldo Azevedo, representante daquela ruidosa turma de colunistas que vão de Merval a Noblat, Dora Kramer a Sardenberg, Jabor a Pondé.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.