sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Jânio de Freitas no Roda Viva

O decano do jornalismo político no Brasil vai ao Roda Vida, o mais tradicional programa de entrevistas do País, com uma hora e meia de duração, e não lhe perguntam sobre o "mensalão", cujo julgamento era a principal notícia política do dia. Quando finalmente perguntam, o condutor do programa, ex-chefão da Veja e atual editor da piauí, a revista da direita elegante, encerra bruscamente a entrevista, enquanto Jânio criticava a cobertura desonesta que a "grande" imprensa faz do assunto. Roda Viva é produzido pela TV Cultura de São Paulo, controlada pelos tucanos, que recentemente fizeram uma "limpeza" no seu pessoal e na programação, reconhecidamente a melhor entre as televisões públicas nacionais, antes da criação da TV Brasil pelo governo Lula. Vale a pena ver e ouvir Jânio de Freitas, uma rara voz lúcida na velha imprensa. "O que segura o leitor é a qualidade do jornal que você oferece a ele", resume com simplicidade o jornalista que renovou o JB no final da década de 1950 e influenciou toda a imprensa nacional, que exerce a profissão há sessenta anos e há quase trinta mantém coluna na Folha de S. Paulo. Quem quiser ir direto ao último bloco pode clicar aqui. Para saber quem é Jânio de Freitas, "um dos jornalistas que têm maior credibilidade, que todos respeitam", segundo Carlos Heitor Cony, clique aqui. Sobre a homenagem que ele recebeu em julho da Associação Brasileira de Jornalimo Investigativo (Abraji), a melhor matéria está aqui. E, ainda, quem quiser ler um excelente artigo de Jânio de Freita, no qual demonstra a "honestidade" a que se refere Cony, pode clicar aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.