quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Professores mineiros continuam em greve

A publicação do acórdão do STF que obriga o pagamento do piso, bandeira dos grevistas, reforça sua luta.

Do Portal Minas Livre.
Trabalhadores em educação decidem: a greve continua por tempo indeterminado
Em Assembleia Estadual realizada nesta quarta-feira, (24/08), no Pátio da ALMG, em Belo Horizonte, cerca de 9 mil trabalhadores em educação, sob coordenação do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), decidiram continuar em greve por tempo indeterminado. Pela manhã, o Comando Geral de Greve esteve reunido para avaliação do movimento e da nova proposta de política salarial para a educação, anunciada nessa terça-feira (23/8), pelo governo do estado, através das Secretarias de Estado da Educação e do Planejamento e Gestão. A direção do Sind-UTE/MG entende que a proposta de política salarial para a educação anunciada pelo Governo de Minas não faz justiça às reivindicações da categoria.
Notícia completa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.