quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

A decadência da imprensa 1

O que está por trás do endireitamento da imprensa é a crise econômica que ela vive. No Brasil e em todo o mundo ela está estrebuchando em agonia. Sensacionalismo e oposição ao governo do PT fazem parte desse quadro. Não adianta: os cães ladram, a caravana passa, as tiragens continuam caindo e as publicações fechando.

Do Últimas Notícias, via Agência Carta Maior.
Mídias que morrem e o futuro da imprensa
Eleazar Díaz Rangel
Caracas -- No final de 2012, ocorreram dois fatos de extraordinária significação, ainda não analisados em profundidade, sobre o mundo dos meios de comunicação. Uma das mais famosas revistas estadunidenses, Newsweek, que estava a ponto de completar 80 anos, deixou de circular depois de perdas anuais estimadas em 30 milhões de dólares, e uma queda na tiragem que nos anos 80 era de quatro milhões e chegou a 1,4 milhões há dois anos.Esse fechamento é outra expressão da crise midiática nos EUA, onde em cinco anos 145 jornais diários fecharam e só 14 passaram a existir na internet. A Comissão Federal de Comunicação (FCC) revelou que 35 mil postos de trabalho deixaram de existir, 18 milhões de leitores abandonaram a imprensa e, entre 2005 e 2010, as perdas ultrapassaram a casa dos 23 bilhões de dólares.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.