terça-feira, 29 de janeiro de 2013

O governo tucano de Lacerda

Do jornal O Tempo.
Ida de pedetista para o Esporte é quase certa, mas acerto com o PSDB está difícil
Isabella Lacerda
O fim das férias do senador Aécio Neves (PSDB), na próxima segunda-feira, vai acelerar a definição do novo secretariado de Belo Horizonte. Um encontro entre o tucano, o prefeito Marcio Lacerda (PSB) e o governador Antonio Anastasia (PSDB) está agendado para bater o martelo sobre os cargos que os partidos aliados terão direito na administração municipal.
Enquanto as lideranças das siglas que apoiaram a reeleição reclamam da demora, Lacerda deixa claro que só vai fechar a lista de nomes depois que receber o aval de Aécio, seu principal fiador. O fato demonstra a influência que o ex-governador de Minas terá neste segundo mandato.
No momento, o maior entrave entre Lacerda e o PSDB é em relação aos nomes apresentados pelo partido. O prefeito não teria aprovado a lista de indicados. Em relação às secretarias, os tucanos desejam, além da pasta de Esportes, a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), a Companhia Urbanizadora de Belo Horizonte (Urbel), a regional Venda Nova e a pasta de Obras.
Para a Sudecap, o nome sugerido é o do diretor de Irrigação da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), Reinaldo Alves Costa -- o mesmo indicado em junho do ano passado para a vaga, mas colocado em espera por Lacerda.
No caso de conseguirem a Regional Venda Nova, a escolhida será a ex-deputada Gláucia Brandão. "Mas o prefeito já disse que, como já temos muitas regionais, seria difícil conseguirmos uma quinta", disse um tucano que pediu anonimato.
Já para Obras, o deputado estadual João Leite é o sugerido. Entretanto, o prefeito não estaria motivado a tirar da pasta José Lauro Terror, ex-vice-presidente da Construtel, uma das empresas que pertenceram a Lacerda. Assim, o deputado do PSDB poderia assumir a Secretaria de Políticas Sociais, a de Segurança Urbana e Patrimonial ou, até mesmo, a Extraordinária da Copa do Mundo.
A íntegra.

Um comentário:

  1. É importante que reuniões sejam feitas, que os partidos se articulem, porque 2014 vem ai e a tendencia é uma só, Aécio Neves presidente.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.