sábado, 19 de janeiro de 2013

Globo recebeu R$ 1 milhão do "mensalão"

Na sua edição de janeiro, a revista Retrato do Brasil dá mais uma aula de jornalismo e comprova com documentação que as organizações Globo receberam inúmeros depósitos feitos pela empresa do publicitário Marcos Valério com dinheiro do Visanet, que, segundo o ministro Joaquim Barbosa, teria sido na verdade desviado para o "mensalão". A maior soma foi de R$ 1 milhão para a TV Globo, paga no dia 29 de outubro de 2004, mas houve muitos outros pagamentos, como R$ 487 mil para pagar anúncios veiculados no Big Brother Brasil, Domingão do Faustão, Jornal da Globo, Jornal Hoje, Jornal Nacional, Novela I, Novela III, Praça TV 2ª Edição e Zorra Total. Seguindo a forma sensacionalista como a "grande" imprensa faz jornalismo hoje, se poderia afirmar que o dinheiro do "mensalão" foi usado para comprar o Jornal Nacional... Retrato do Brasil -- que na edição de dezembro já tinha revelado a lista de pagamentos feitos a veículos de comunicação com o dinheiro supostamente usado para comprar deputados -- fez o que qualquer jornalista e qualquer veículo poderia fazer desde o começo do julgamento: foi conferir a documentação do processo. E descobriu que Joaquim Barbosa, o Batman, simplesmente ignorou as provas que inocentavam os acusados. Retrato do Brasil mostra o óbvio: ou o "mensalão" não existiu ou toda a imprensa está implicada nele, pois recebeu o dinheiro da agência de Marcos Valério. Se o "mensalão" fosse um julgamento, ele não poderia fazer isso, mas era uma caça às bruxas e o PT e seus aliados já estavam condenados antecipadamente. Um triste capítulo da democracia brasileira: o poder judiciário se curvou diante de outro poder, neste caso o poder a "grande" impresa, como fez na década de 1930, quando, cedendo à ditadura do Estado Novo, entregou a comunista Olga Benário Prestes, grávida, para ser morta pelos nazistas num campo de concentração. Uma vergonha, como diria aquele jornalista de direita que não gosta de garis e neste caso ficou caladinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.