sábado, 19 de janeiro de 2013

Associação dos Magistrados do Brasil recebeu R$ 200 mil do "mensalão"

Além da Globo e de muitos outros veículos de comunicação, também a Associação dos Magistrados do Brasil recebeu R$ 200 mil da agência do publicitário Marcos Valério, parte do dinheiro do Visanet que, segundo Joaquim Batman Barbosa e seus amigos do STF teria sido usado para comprar parlamentares. A reportagem da Revista do Brasil, fazendo o que qualquer jornalista e qualquer veículo da "grande" imprensa poderia fazer e não fez, isto é, ler o processo, comprova na sua edição de janeiro, com documentos, que R$ 200 mil do "valerioduto" foram usados para patrocinar o XVIII Congresso Brasileiro dos Magistrados, que aconteceu nos dias 22 a 25 de outubro de 2003, em Salvador. Mais uma vez vale o argumento que Batman ignorou: se o dinheiro foi usado para comprar parlamentares -- tese da qual não se tem nenhuma prova --, a Associação dos Magistrados está implicada no caso e também deveria ser condenada -- pois neste caso há provas. Mas o mensalão não foi um julgamento, foi uma caça às bruxas feito pela direita brasileira, que agora usa a "grande imprensa" e o STF para golpear o governo do PT, uma vez que não vence eleições. E uma vergonha para a justição brasileira, inclusive para a associção dos magistrados, que deveria se pronunciar sobre o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.