sexta-feira, 12 de abril de 2013

A propriedade privada de todos os alimentos da Terra

Não é à toa que os preços dos alimentos sobem. A Monsanto e mais duas ou três empresas gigantes controlam cada vez mais as sementes em todo o planeta nn no Brasil, inclusive, favorecidas que foram pelo sucateamento da Embrapa durante -- pasmem -- o governo Lula. Uma petição reúne manifestações de protesto em todo o mundo.

Do saite da Avaaz 
Monsanto X Mãe Terra
É inacreditável, mas a Monsanto e outras empresas deram as caras novamente. Essas empresas de biotecnologia sedentas por lucro acharam uma maneira de ter 'propriedade' exclusiva sobre algo que pertence a todos nós: nossa comida! Eles estão tentando adquirir patentes sobre os vegetais e frutas mais usados em nosso dia-a-dia, como pepinos, brócolis e melões, forçando os produtores a indenizá-los para produzir esses alimentos e podendo processar tais produtores caso eles não os indenizem.
Mas podemos impedí-los de comprar a nossa Mãe Terra. Empresas como Monsanto descobriram falhas na legislação européia para se dar bem, portanto precisamos fechar esses buracos antes que eles criem um perigoso precedente global sobre as patentes. Para isso, precisamos que países como Alemanha, França e Holanda -- onde a oposição está ganhando corpo -- peçam uma votação para acabar com os planos da Monsanto. A comunidade da Avaaz já mudou o curso de decisões de governos antes, e podemos fazer isto novamente.
Muitos fazendeiros e políticos já são contra -- só precisamos agora adicionar um pouco do poder popular para colocar pressão nestes países e manter as mãos da Monsanto longe da nossa comida. Quando chegarmos a 1 milhão de assinaturas, a Avaaz pressionará os políticos a pedirem uma votação, e entregaremos nossa mensagem em uma impactante ação presencial na frente de toda a mídia. Assine agora e compartilhe com todos para assim criarmos o maior protesto em defesa dos alimentos que já existiu.
Clique aqui para assinar a petição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.