quinta-feira, 8 de agosto de 2013

A França (também) contra a Monsanto

Swissinfo, via Em pratos Limpos
França prorroga moratória sobre milho da Monsanto
O presidente francês, François Hollande, confirmou nesta sexta-feira a prorrogação da moratória sobre o cultivo do milho transgênico MON810 da Monsanto, apesar de, na véspera, o Conselho de Estado ter anulado a proibição do cultivo deste milho geneticamente modificado [após divulgar entendimento, oposto ao da precaução, de que uma moratória só teria base legal caso o produto apresentasse sérios riscos à saúde e ao meio ambiente].
"Haverá uma prorrogação da moratória", afirmou o presidente, acrescentando ser necessário "garantir juridicamente esta decisão em nível nacional e, sobretudo, em nível europeu".
A França, assim como outros países europeus (Áustria, Hungria, Grécia, Romênia, Bulgária, Luxemburgo), proíbe desde 2008 o cultivo do MON801 em seu território.
"Por que fizemos a moratória sobre os OGM (organismos geneticamente modificados)? Não porque sejamos contra o progresso, mas em nome do progresso. Nós não podemos aceitar que um produto, um milho, possa ter consequências desfavoráveis sobre as outras produções", acrescentou François Hollande, que fez essas declarações em uma propriedade na região de Sarlat, em Dordogne (sudoeste), conhecida por suas plantações de milho.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.