sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Por que os médicos brasileiros não têm cara de empregada doméstica

Eles saem da Casa Grande para estudar medicina. E como se vê não gostam de atender na Senzala.

Do Pragmatismo Político.
Curso de medicina no Brasil: só 2,6% dos formandos são negros
Apesar de formarem 50,7% da população brasileira, os autodeclarados negros ainda são minoria entre os formados no ensino superior. Na carreira de medicina, apenas 2,66% dos concluintes em 2010 eram pardos ou pretos. O estudo foi feito pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais).
Dos universitários que fizeram Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes) em 2010, apenas 6,13% se declaravam pretos ou pardos. Em 2009, o índice foi ainda menor: 5,41%.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.