sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Cresce movimento pela desmilitarização das polícias

Governo criou Sistema Nacional de Prevenção e Combate à Tortura.

Da revista Fórum.
Premiado, movimento Mães de Maio defende desmilitarização da polícia
Por Igor Carvalho, de Brasília

A presidenta Dilma Rousseff entregou o Prêmio de Direitos Humanos 2013 nesta quinta-feira (12), em Brasília, reconhecendo que a "tortura continua existindo em nosso país". "Eu que experimentei a tortura sei o que ela significa, de desrespeito a mais elementar condição de humanidade de uma pessoa", disse.
Durante o evento, participantes protestaram contra a violência policial. "Chega de alegria, a polícia mata pobre todo dia", era uma das palavras de ordem. A pauta subiu para o palco quando a fundadora do grupo Mães de Maio, Débora Maria, recebeu o prêmio na categoria "Enfrentamento à violência".
"Quando a gente sente na pele o que é perder um filho, a gente se põe no lugar também das vítimas do passado, das vítimas da ditadura. Para a gente poder comemorar o fim da ditadura, temos que desmilitarizar a polícia", afirmou Débora, que teve seu filho morto em 2006 pela PM paulista.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.