quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

A violência alarmante e os justiceiros

A violência é geral e os casos se multiplicam. Nos últimos meses presenciei em Belo Horizonte dois acontecimentos semelhantes ao da notícia e que por pouco não terminaram em linchamento.
Três coisas chamam atenção.
A primeira é o ódio e a violência descontrolada de pessoas de classe média ou pobres trabalhadores (vários religiosos, provavelmente evangélicos, pela citação de Deus enquanto xingavam e espancavam) contra os ladrões, típicos ladrões de galinhas de antigamente, desarmados e indefesos.
A segunda é a ausência da polícia. Nunca tivemos tanta polícia e ela é numerosa, bem armada e violenta para reprimir manifestações populares, mas quase inexistente para atender chamados da população.
A terceira é que em outras épocas linchamentos eram tratados com horror pela "grande" imprensa e hoje ela é cúmplice da violência.

Do jornal GGN.  
O fator Sílvio Santos provoca mais um linchamento
Luís Nassif
Em outros tempos, o MInistério Público Federal teria enquadrado Silvio Santos, pelas declarações irresponsáveis de sua comentarista, e imposto um Termo de Ajustamento de Conduta que o obrigasse a repetir mil vezes no vídeo: defender linchamento é prática criminosa.
Mas como há uma submissão total à mídia, fica-se por isso mesmo, enquanto a violência se espalha como um câncer pela sociedade brasileira.

Do Estadão
Morador de rua é linchado após furtar xampu em Sorocaba
José Maria Tomazela - Agência Estado 

Um morador de rua foi linchado por um grupo de pessoas após furtar um frasco de xampu num supermercado do bairro Barcelona, zona leste de Sorocaba, na noite de quarta-feira, 26. O homem foi arrastado para a rua e agredido a socos, chutes e pauladas. O dono do estabelecimento e alguns funcionários tomaram parte nas agressões. Moradores do bairro, entre eles menores de idade, se juntaram aos agressores. Um deles quebrou uma garrafa na cabeça da vítima.
Quando policiais militares chegaram ao local, encontraram o morador de rua desacordado e ensanguentado. Ele foi socorrido por uma viatura do Samu e levado ao Hospital Regional de Sorocaba. O homem, que não portava documentos, continuava internado com afundamento no crânio, na tarde desta quinta-feira.
A íntegra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.