terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Vereador ciclista atropelado em BH

Caso mais exemplar é impossível.
Todos os dias vemos ou sabemos de um acidente com ciclista em BH. O veículo é ótimo, a intenção de pedalar também, mas Belo Horizonte não é propriamente uma cidade adequada para bicicletas. Pela topografia, é óbvio, mas menos por ela. O problema maior é outro: andar de bicicleta em BH é risco de vida permanente, por causa da violência do trânsito; os motoristas não respeitam ciclistas e as pistas para bicicletas são ridículas.
Para que os ciclistas que desejarem enfrentar ladeiras possam trafegar tranquilamente, é preciso mudar a cultura do trânsito, que continua todo ele voltado para os carros, e que haja respeito pelo mais fraco, como aliás determina a lei. Os próprios ciclistas desrespeitam os pedestres andando em cima dos passeios.

Do Estado de Minas.
Acidente com vereador reacende discussão sobre o uso de bicicletas em BH
Jefferson da Fonseca Coutinho

Defensor das ciclovias, autor da Lei 10.161, que estabelece a criação do sistema cicloviário em Belo Horizonte, o vereador Adriano Ventura (PT) foi atropelado ontem na Avenida Tereza Cristina, na Região do Barreiro. O acidente foi às 12h40 e o socorro médico só chegou duas horas depois. O parlamentar reclamou da assistência do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que, por sua vez, informou que não havia no sistema solicitação para o caso. Imobilizado, depois de ficar protegido do sol a pino por caixas de papelão no asfalto, o vereador foi levado pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital João XXIII. Ele teve várias escoriações e trauma na bacia.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.