quarta-feira, 27 de março de 2013

Os presidentes marajás nos EUA

Esta é para os udenistas tucanos que falam mal dos políticos brasileiros e idolatram os americanos.

Do The Week via Diário do Centro do Mundo.
Ex-presidentes americanos custam 3,7 milhões de dólares ao contribuinte
Entre pensões, escritórios, funcionários, viagens e outros benefícios, os EUA gastaram cerca de 3,7 milhões de dólares em 2012 com os quatro ex-presidentes vivos e mais a viúva de Ronald Reagan, Nancy.
A conta de luz de George W Bush, em 2012, chegou a 85 mil dólares, cerca de 170 mil reais.
É "uma gota no oceano se comparado com os trilhões que o governo federal gasta a cada ano", afirma um jornalista, mas é uma soma robusta para gastar com ex-presidentes "capazes de ganhar grandes somas com livros de memórias e palestras nos anos pós-Casa Branca".
A vida nem sempre foi tão fácil para os ex-presidentes. Alguns, como Harry S. Truman e Ulysses S. Grant, enfrentaram problemas financeiros depois da Casa Branca.
Em 1958, em face das dificuldades de Truman, o Congresso aprovou a "Lei de ex-presidentes", para que no futuro ninguém sofresse como Truman.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.