quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Ministério Público ajuíza ação contra o prefeito Lacerda

Êta nóis! Esse é o prefeito que temos. Prepara o filho para "assumir o negócio", que ele toca como se fosse empresa privada. Com apoio de vereadores, inclusive do PT. A que ponto chegou o PT: depois de entregar a prefeitura ao amigo do Aécio, prefere manter os empreguinhos a se insurgir contra o que há de pior na política. Um viva para o promotor Medeiros, caso raro de autoridade a peitar o prefeito milionário que não mora na cidade que administra.

Do O Globo.
Após ação por aluguel de jatinhos, prefeito de BH responde por dar cargo a filho
Brasília – Alvo de ação na Justiça por fretar jatinhos com verba pública, o prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB), terá de responder agora por dar cargo a um filho na prefeitura. O Ministério Público de Minas (MP-MG) concluiu inquérito e ajuíza nos próximos dias ação civil pública para anular a nomeação de Tiago Lacerda para presidente do Comitê Executivo da Copa, grupo que coordena ações e representa o município sobre obras e preparativos do evento. Tiago foi alçado ao posto em 28 de agosto de 2009, graças a portaria assinada pelo pai. De acordo com a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público, para burlar a lei que proíbe o nepotismo na administração pública, o filho do prefeito usou um termo de trabalho voluntário, abrindo mão de salário. O promotor João Medeiros, responsável pelo inquérito, sustenta, no entanto, que a lei federal do voluntariado prevê esse tipo de vínculo para atividades distintas, como trabalhos cívicos, educacionais, culturais, recreativos e de assistência social. "Isso não resiste a uma análise mais séria. A função dele é de um supergerente, com atribuições de gestor e representante político", afirma Medeiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.