quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Novo código florestal ameaça 400 mil quilômetros quadrados da Amazônia

Os males anunciados do novo código são muitos, mas o que pode acontecer na prática (e já acontece) é muito pior.

Do G1.
Até 25% da Amazônia pode ficar sem proteção legal, alerta cientista
Mudança em uma expressão no projeto do novo Código Florestal pode deixar 25% da Amazônia sem proteção legal. O alerta é de uma equipe coordenada pelo Museu da Amazônia (Musa) e pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa).Os cientistas solicitam que as áreas sujeitas a inundações da Amazônia e do Pantanal sejam tratadas por uma legislação específica. Em agosto, o grupo entregou um pedido de emenda no Projeto de Lei 30/2011, que trata da revisão do Código Florestal. "A mudança no termo 'margem média dos rios', contida no artigo 4º da nova lei, pode deixar até 400 mil km² de floresta sem proteção", diz Ennio Candotti, diretor do Musa e vice-presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SPBC). "Ao todo, uma área de 1 milhão de hectares fica vulnerável em todo o país".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.