sábado, 29 de setembro de 2012

Ted Boy 'Fuscaldo' Marino (1939-2012)

A notícia da morte do "rei do telecatch", Ted Boy Marino, acaba ganhando outra conotação, ao mostrar como é feita a Folha de S. Paulo. Um jornal que mente nas mínimas coisas, de propósito ou por negligência mesmo. O "crítico", leitor apressado da Wikipédia, deu ao lutador o nome da sua cidade natal. A questão é que fazer jornalismo pesquisando na internet qualquer um hoje pode fazer, não precisa trabalhar na "grande" imprensa. Foi isso que a web mudou. É melhor ir direto à fonte do que ler na Folha. A pesquisa do leitor é mais confiável do que a de muitos repórteres e críticos. Em tempo de internet, jornais e revistas valem pelo que apresentam de original. No vídeo abaixo, uma reportagem sobre o Ted Boy, que foi ídolo de uma geração.

Da Folha de S. Paulo.
Rei do 'telecatch', Ted Boy Marino sintetiza relíquia de outra era  
André Barcinski, crítico da Folha
Numa época em que a luta da moda é o brutal e sangrento MMA, as velhas disputas da luta livre parecem relíquias de outra era. Uma era em que Ted Boy Marino, que morreu na quinta (27) no Rio, aos 72 anos, reinou absoluto.
Seu nome verdadeiro era Fuscaldo Marina. Nasceu na Calábria e emigrou para a Argentina com a família aos 12 anos, no porão de um navio. Pobre, viveu como engraxate. Nas horas livres, treinava luta livre e halterofilismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.