quarta-feira, 20 de junho de 2012

Sustentabilidade depende dos prefeitos

Da BBC Brasil  
Ação dos municípios é chave para promover sustentabilidade 
Paulo Cabral, enviado especial ao Rio de Janeiro
Enquanto governos nacionais enfrentam dificuldades para fechar acordos e declarações de princípios que guiem suas ações de sustentabilidade, autoridades locais – lidando com questões do dia a dia – têm a possibilidade de tomar atitudes com impacto direto no modo como as pessoas se organizam e se relacionam com o ambiente. Por conta disso, especialistas e prefeitos concordam que qualquer projeto de sustentabilidade no longo prazo tem mais chances de ser executado se tiver a cidade como ponto central. "O jogo da sustentabilidade vai se decidir nas cidades. Hoje cerca de metade da população do mundo é urbana e esse nível vai subir para cerca de 80% até 2050", diz o presidente emérito do Instituto Ethos e liderança do movimento Rede Nossa São Paulo, Oded Grajew. Durante a Rio+20, o C-40 (grupo formado por prefeitos de 40 megacidades do mundo) realizou um evento paralelo para promover o que as grandes cidades vêm fazendo para combater mudanças climáticas e para pedir que os municípios tenham mais apoio – ou pelo menos autonomia -- para realizar ações ligadas à sustentabilidade. "Enquanto os governos nacionais estão caminhando lentamente dentro das cidades tivemos grandes avanços em medidas para reduzir emissões e combater mudanças climáticas", disse o prefeito de Nova York e presidente do Grupo C-40, Michael Bloomberg.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.