sexta-feira, 6 de julho de 2012

O dízimo tucano

Os tucanos e a imprensa de direita sempre denunciaram espantados o fato de o PT cobrar o dízimo dos seus parlamentares. Os católicos também denunciam o pagamento do dízimo pelos evangélicos aos seus pastores. Como se a igreja não fosse uma instituição riquíssima. No entanto, vemos agora, os tucanos também cobram o dízimo dos seus candidatos. É como a corrupção: a direita denuncia a corrupção na esquerda, como se ela não fosse corrupta. A corrupção faz parte do sistema, é o dinheiro, essência do capitalismo, que a provoca. As manifestações de indignação quase sempre são hipocrisia. O senador DEMóstenes veio à Terra para nos revelar essa verdade de uma vez por todas.

Agência Estado, 6/7/2012
PSDB cobra taxa de R$ 2,5 mil de candidatos de São Paulo
O PSDB está cobrando uma taxa de R$ 2,5 mil para inscrever seus 38 candidatos a vereador nas eleições de outubro na cidade de São Paulo. O Diretório Municipal do partido enviou um e-mail aos filiados que concorrerão à Câmara Municipal solicitando que o valor fosse pago até o dia 30 de junho, com a documentação necessária para o registro dos nomes na 1ª Zona Eleitoral.
O e-mail foi repassado ao Grupo Estado pela candidata Daniela Schwery, de 31 anos, descontente com a cobrança. "Lembramos que há uma taxa de inscrição de R$ 2.500,00 por candidato, destinada a cobrir os gastos com escolha e registro", diz a mensagem, que tem como remetente a secretária geral do diretório.
Concorrendo pela primeira vez em uma eleição, a comerciante Daniela disse que só soube da taxa no dia 28 de junho, quando recebeu a mensagem, dois dias antes do fim do prazo dado pelo partido para o fim das inscrições. O registro de candidaturas para vereador e prefeito nas eleições deste ano terminou na quinta-feira, 5, e as campanhas começaram nesta sexta-feira em todo o País.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.