quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Veja manipula informações e esconde livro "A privataria tucana"

É uma política burra da revista, que assim evidencia para seu leitor -- mesmo de direita e ingênuo -- sua prática de deturpar informações. Se uma simples lista de livros mais vendidos não é confiável, o que dizer de reportagens nas quais ela tem interesses comerciais e políticos? (Depois desta matéria, a revista incluiu o livro na lista.)

Do Comunique-se.
Na lista dos mais vendidos nas livrarias, "A Privataria Tucana" não aparece no ranking da Veja
Izabela Vasconcelos
O livro A Privataria Tucana, do jornalista Amaury Ribeiro Jr, está entre os dez mais vendidos em livrarias e sites de literatura. No entanto, na lista dos 20 mais vendidos da revista Veja, a publicação não aparece em nenhuma das posições. Segundo as livrarias Cultura, Publifolha e Saraiva, além do saite especializado Publishnews, o livro que divulga possíveis irregularidades cometidas por integrantes do PSDB figura no 2º lugar entre os mais vendidos, na categoria não-ficção, perdendo apenas para o livro Steve Jobs, de Walter Isaacson. A obra de Ribeiro Jr aparece em 10º no ranking anual da Fnac. No lugar em que deveria aparecer A Privataria Tucana, a Veja destaca o Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil, de Leandro Narloch. Nas outras listas, o livro de Narloch aparece apenas na 15ª posição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.