quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

A campanha de Aécio para 2014 usando cargos no governo mineiro

E por falar em privataria tucana... Também um ex-prefeito de Cuiabá ganhou cargo no governo mineiro. Um ganhando R$ 9 mil, outro R$ 6,6 mil. Morando longe, sem precisarem vir a Minas.

Do Estado de Minas.
Ex-senador do Amapá integra conselho da Gasmig e se ausentou até da reunião em que foi nomeado
Alessandra Mello, 4/6/2011
Candidato derrotado ao Senado pelo Amapá, o ex-senador João Bosco Papaléo Paes (PSDB) foi nomeado membro titular do Conselho de Administração da Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig), empresa que pertence à Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). Morando a cerca de 3,5 mil quilômetros de Minas Gerais, o tucano, que é médico cardiologista, recebe R$ 6.616 mensais para dar conselhos administrativos para a Gasmig. Ele foi nomeado em 29 de abril, durante reunião do conselho. No dia de sua nomeação, Papaléo Paes não estava presente, segundo ata da reunião obtida com exclusividade pelo Estado de Minas. Um dos presentes era o presidente da Gasmig, Fuad Noman, ex-secretário de Transporte e Obras Públicas na gestão de Aécio Neves, e companheiro de legenda de Papaléo Paes.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.