domingo, 12 de outubro de 2014

Dia das crianças maluquinhas. (Todas?)

Do blog da Kika Castro.
Um post para as crianças maluquinhas

Hoje vou recomendar um post que publiquei em setembro de 2011, contando como foi o mês mais incrível e surreal da minha infância: o mês em que participei das gravações do filme "O Menino Maluquinho", vivendo a doidinha Julieta.

Ainda hoje, passados 19 anos do lançamento, e com surgimento de tantos desenhos ultratecnológicos e filmes cheios de efeitos especiais, a criançada adora assistir ao longa de Helvécio Ratton baseado na obra de Ziraldo. Minha sobrinha mesmo, com 6 anos de idade, é capaz de assistir ao filme dez vezes seguidas, dando repeat no YouTube (é possível encontrá-lo na íntegra lá). E ele sempre é reprisado pelas emissoras de tevê nesta Semana das Crianças.

Isso tudo, pra mim, é sinal de que é mesmo um filme especial, engraçado, tocante. Talvez o melhor que já foi feito para crianças neste Brasil de Xuxas, Angélicas, Mallandros e Trapalhões — mas aí já sou suspeita demais para falar.

Minha participação no filme foi relativamente pequena, mas aquele mês de julho de 1994 foi uma verdadeira aventura para mim. Hoje, ao rever o clipe, meus olhos de encheram de lágrimas, porque fazia muito tempo que eu não revia todas aquelas cenas.

Por isso, como homenagem às crianças e criançonas que leem este blog, hoje é dia de maluquinhos! Clique aqui para ler o post e viajar comigo nessas recordações, três anos depois de escritas e 20 depois de vividas.

Junim (Samuel Brandão), Tonico (Levindo Júnior), pai do Maluquinho (Roberto Bomtempo), Irene (Edyr de Castro), Julieta e mãe do Maluquinho (Patrícia Pilar). Foto: arquivo pessoal.
Junim (Samuel Brandão), Tonico (Levindo Júnior), pai do Maluquinho (Roberto Bomtempo), Irene (Edyr de Castro), Julieta e mãe do Maluquinho (Patrícia Pilar). Foto: arquivo pessoal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.