sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Cidades privadas

Aqui já existem, o prefeito de Belo Horizonte até mora em uma. São chamadas de "condomínios" e ainda dependem das grandes cidades, mas caminham para se tornarem autônomas. É claro que o objetivo é segregar pessoas e isolar os ricos dos pobres, evitando que eles tenham de conviver com os problemas da desigualdade social, criando ilhas de luxo, mas a justificativa tem que ser outra, "nobre", como "criação de empregos".

Da BBC Brasil. 
Suprema Corte de Honduras considera inconstitucional projeto de 'cidades privadas'
A Suprema Corte de Honduras considerou inconstitucional nesta quinta-feira (18/10) um projeto para construir 20 cidades administradas pela iniciativa privada no país, com sua própria polícia e sistema de impostos.
A maioria dos juízes decidiu que a proposta das "cidades-modelo", apoiada pelo presidente Porfírio Lobo e aprovada pelo Congresso no ano passado, violava princípios de soberania e integridade territorial.
Lobo afirmou que o projeto criaria milhares de empregos no país, onde a pobreza é endêmica, mas a oposição acusou o presidente de tentar vender o país para companhias internacionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.