segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Comissão da Verdade na UFMG

Do BHaz.
Comissão da Verdade realiza audiência na UFMG e vítimas da ditadura são homenageadas
Comissão Nacional da Verdade realiza audiência pública na tarde desta segunda-feira (22/10) no auditório da Reitoria, no campus Pampulha. Durante a reunião com o tema Universidade, estudantes e ditadura, haverá depoimentos de pessoas ligadas à comunidade acadêmica que sofreram diferentes violações de direitos humanos durante o regime militar. Também será prestada homenagem aos estudantes da UFMG vitimados pela ditadura.
Antes dos relatos, representantes da Comissão da Verdade, Memória e Anistia da OAB-MG e do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos (Conedh) irão falar sobre o tema. Segundo os organizadores do evento, a intenção é "sensibilizar a comunidade acadêmica para as violações ocorridas nas universidades nos anos de chumbo".
Estão confirmados os relatos de três vítimas da repressão no ambiente acadêmico: o professor Apolo Heringer, da Faculdade de Medicina; a socióloga Magda Neves; e Mariluce Moura, viúva do líder estudantil Gildo Macedo Lacerda.
Diretora de redação da revista Pesquisa Fapesp, Mariluce Moura vai falar sobre Gildo Macedo Lacerda, militante da Ação Popular, morto sob tortura em 1973, em Recife. Aluno de economia da UFMG, Gildo era um dos mais conhecidos líderes estudantis e membro da UNE.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.