terça-feira, 16 de outubro de 2012

Falso presidente paraguaio sonegou US$ 645 mil

Este o "presidente" que a direita paraguaia colocou no governo quando depôs o presidente Lugo, num processo parlamentar sumário.

Do Sul 21.
Franco admite que falsificou dados e não consegue justificar 645 mil dólares
O presidente do Paraguai Federico Franco não conseguiu na segunda-feira (15) justificar o aumento de US$ 645.000 em seu patrimônio de 2008 a 2012. Ele convocou uma coletiva de imprensa, em que admitiu que falsificou documento público à Controladoria, a qual supervalorizou uma propriedade localizada em San Lorenzo, Paraguai.
No documento que ele apresentou à Controladoria Franco incluiu a soma de G. 2.130.000.000 (valor na moeda Guarani). Ontem, o presidente queria retificar que a propriedade tem valor estimado em G. 800.000.000. Ou seja, a supervalorização é de G. 1,33 bilhão, cerca de US$ 300 mil. Assim, reafirmou que seus bens tiveram crescimento de quase cinco vezes em relação a 2008.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.