quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Erundina, do PSB: Nem Dilma, nem Aécio

A socialista coerente.
Duvido que Marina tenha a mesma coerência. Se tiver, me surpreenderei e eu a admirarei por isso. Ela mostrará que de fato os petistas erraram a mão contra ela e que ela tem estofo para ser líder. Volta a ser opção em 2018, mas tem que reafirmar suas origens e suas "novas" ideias.

Do DCM.
"Nem Dilma, nem Aécio. Nós temos que ser coerentes", diz Erundina sobre apoio de Marina
Da coluna de Mônica Bergamo:
"Nem Aécio nem Dilma. Nós não dissemos o tempo inteiro, na campanha, que queríamos mudança? Não propúnhamos o tempo inteiro o fim da polarização? Se nós apoiarmos um dos polos, não vamos justamente fortalecer um dos polos e, portanto, justamente a polarização que combatemos?", questiona a socialista. "Nós temos que ser minimamente coerentes. Sem o que, não vale a pena", finaliza ela.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.