terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A candidatura própria do PT em Belo Horizonte

Do Último Segundo.
'Lacerda desconstruiu tudo o que o PT fez', diz vice-prefeito de BH
Roberto Carvalho associa prefeito de capital mineira ao PSDB para fortalecer candidatura própria, que já tem mais de 5 mil assinaturas favoráveis
Denise Motta, iG Minas Gerais, 16/1/2012
O vice-prefeito de Belo Horizonte, Roberto Carvalho (PT), recebeu, na tarde desta segunda-feira (16), apoio formal de quase 4.000 filiados do partido a favor da candidatura própria da legenda nas eleições municipais deste ano. A estratégia dos diversos setores envolvidos no movimento é descolar a administração do prefeito da capital mineira, Marcio Lacerda (PSB), da gestão da presidenta Dilma Rousseff (PT). Para isso, os filiados favoráveis à candidatura própria do PT em Belo Horizonte associam a gestão de Lacerda ao "jeito tucano de governar". Cerca de 3.700 assinaturas apresentadas foram de filiados. Outras cerca de 1.300 eram de não filiados ao PT. "O Lacerda passou três anos desconstruindo tudo o que o PT fez. Ele mesmo fala que o jeito dele de governar é o jeito tucano. De 2011 para 2012, o Orçamento Participativo, que é a menina dos olhos do PT, caiu 50%. O Célio de Castro (eleito pelo PSB) fez um bom governo e depois se filiou ao PT, enquanto o Lacerda esvaziou o PT", afirmou Carvalho, referindo-se ao ex-prefeito Célio de Castro, que teve como vice o hoje ministro petista Fernando Pimentel (Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior), antecessor de Lacerda na prefeitura. Tatiani Estrela, da juventude petista, manifestou-se durante reunião nesta segunda. Para ela, é "ultrajante a forma de tratamento na atual gestão de políticas para a juventude". Estrela também afirmou que as políticas atuais neste setor são "ineficazes e ineficientes".
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.