quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

O desabamento de prédios no Rio

O Brasil não precisa de avião para derrubar edifícios, eles caem sozinhos. 18 horas depois do desastre, ainda não se sabe o que aconteceu. Sorte grande que tenha acontecido de noite. Nessas horas aparece a polícia que é como todas as demais devem ser: os Bombeiros. A história mais impressionante que li é esta:

Do G1.
Salvo pelo elevador: 'vou morrer'
No hospital Souza Aguiar, onde é realizado o atendimento aos feridos, Alexandro da Silva Fonseca Santos, de 31 anos, recebeu alta. Ele estava dentro do elevador do prédio maior, onde afirma ter se jogado para se salvar. "Foi horrível, não sei como tive discernimento de voltar para o elevador. Foi o que me salvou. Quando eu vi aquilo tudo caindo eu falei: vou morrer. Cheguei a pensar. Quando começou a cair em queda livre o elevador, aí cheguei a pensar: é hoje que não volto mais para casa." Alexandro não sofreu nenhum ferimento. "Eu estava no térreo. Aí comecei peguei um material para subir para o nono. Quando a porta se abriu, eu vi o prédio se esfacelando. Aí voltei para o elevador de novo, quando voltei, ele despencou, de porta aberta. Aí parou entre o 4º e 3º andar estacionado. Aí caiu o reboco por cima e danificou um pouquinho. Graças a Deus que comigo não aconteceu nada. A sorte é que estava com aparelho de celular no bolso. Daí liguei pro meu compadre que tava do lado de fora no térreo, daí que aconteceu tudo. Ele falou: fica calmo que o bombeiro vai chegar, vai te pegar", conta.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.