quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Dilma em BH apoia eleição de Patrus

Foto: Flávio Tavares

Do Pragmatismo Político.
Dilma desmoraliza Aécio: "Não saí de BH para ir à praia, mas para lutar"
Em comício agora à noite em Belo Horizonte, a presidenta Dilma Rousseff detonou Aécio Neves, chefão da campanha de Márcio Lacerda à prefeitura. O cambaleante presidenciável tucano havia dito que Dilma era uma "estrangeira" na capital mineira."Nasci aqui no hospital São Lucas. Sai daqui para lutar contra a ditadura e não para ir à praia. Aqui na minha veia corre o sangue de Minas Gerais, por isso sou presidente de todos os brasileiros." Numa clara (in)direta ao senador do PSDB, que costuma mais visto nas praias ou na noite do Rio de Janeiro que em Minas Gerais ou Brasília.
Dilma foi à capital mineira para participar do ato em apoio a Patrus Ananias, que cresce nas pesquisas. Na última sondagem do Ibope, a diferença entre ele e o atual prefeito caiu para nove pontos percentuais.
Incomodado, Aécio Neves criticou a "interferência" da presidenta nas eleições – como se ele não estivesse viajando por todo o País para socorrer os candidatos da oposição demotucana. A presidenta não se intimidou diante das críticas do ex-governador.
A íntegra.

Do BHaz.
Em comício, Dilma afirma: "Ninguém pode achar que é dono de Belo Horizonte" 
Cerca de 5 mil pessoas estiveram na noite desta quarta-feira (3/10/12) na praça da Febem, no Barreiro, para acompanhar o comício do candidato à prefeitura de Belo Horizonte, Patrus Ananias (PT), que contou com a presença de Dilma Rousseff  e Michel Temer. A presidente não poupou elogios ao ex-ministro e rebateu as declarações feitas por Aécio Neves no início desta semana.
"Políticos de oposição com a visão estreita e mesquinha da vida acham que quando falam que eu sou estrangeira são capazes de apagar com a borracha minha certidão de nascimento. Isso só me causa um profundo desgosto, de ver como o ser humano é capaz de confundir seus interesses pessoais com os interesses de um país", pontuou a presidente.Dilma ainda ressaltou que o governo federal tem feito significantes repasses de verbas à cidade. A presidente afirmou que entregou ao município R$ 1 bilhão para o metrô, mas que a atual administração não realizou as obras. Ela ainda comentou o tom supostamente arrogante das declarações feitas esta semana por opositores.
"Ninguém pode achar que é dono de Belo Horizonte, ninguém pode achar que é dono de Minas Gerais", afirmou Dilma.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.