sexta-feira, 5 de outubro de 2012

O barulho doentio nas cidades

Da Carta Capital.
Que fim levou o silêncio? 
Reinaldo Canto
Será que o silêncio abandonou de vez as cidades e as pessoas? Por onde será que ele anda? Talvez em algum recôndito dos mais isolados do planeta. Provavelmente seja um lugar no qual a ausência de ruídos só é mais valorizado, quando o silêncio dá lugar aos sons relaxantes da natureza, como as ondas do mar, as águas correntes de um rio ou a musicalidade dos pássaros.
Nas cidades, o silêncio deve ter se sentido bastante ofendido ao ceder seu espaço para barulhos perfeitamente dispensáveis. São buzinas usadas na maioria gritante das vezes para servir como xingamento ou o simples extravazamento de um dia complicado e frustrante. Um ato que perturba a todos, inclusive os pedestres, sem qualquer resultado positivo, mesmo para o seu emissor.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.