domingo, 13 de novembro de 2011

ANJ não quer que ignorância e má fé da velha imprensa sejam expostas ao leitor

Por isso reclama. A velha imprensa está acostumada a monopolizar a informação: publica o que quer e esconde o que não quer que a população saiba. Dessa forma, faz a todos de reféns, especialmente governos, que não querem cair em desgraça com ela e serem atacados. Por isso, em Minas, "o grande jornal dos mineiros" sempre foi porta-voz oficial dos governos -- quando ousou enfrentá-lo, por motivações pessoais, não pelo interesse público, um governador se transformou em verdadeiro diabo e pela única vez na sua existência o jornal passou para a oposição. Esse período de chantagem da velha imprensa, porém, acabou com a invenção da internet. Ela não pode mais controlar o que as pessoas leem. O que o Ministério do Trabalho faz com o Blog do Trabalho é o que todos reclamam dos governos: transparência. A mesma prática foi adotada pela Petrobras com o blog Fatos e Dados, no governo Lula, quando a campanha contra a estatal era intensa, e pelo próprio Palácio do Planalto. Hoje, o Blog do Planalto é um eficiente veículo de comunicação dos passos da Presidência.

Do C0munique-se.
Ministério do Trabalho “constrange jornalismo” por publicar perguntas de jornais, avalia ANJ
Desde quarta-feira (9/11), o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) divulga, em seu blog oficial, a íntegra das perguntas que são enviadas pelos veículos de comunicação, antes mesmo delas serem publicadas pela imprensa. A decisão da pasta foi repudiada pela Associação Nacional de Jornais (ANJ), que avalia a atitude como ferramenta para "constranger o livre exercício do jornalismo". Avessa à decisão do ministério comandado por Carlos Lupi (PDT), a entidade, em nota assinada pelo vice-presidente Francisco Mesquita Neto e enviada à imprensa na noite de quinta-feira (10), afirma que o objetivo do MTE é tornar "público o conteúdo do trabalho que é feito de forma individual e exclusiva pelos repórteres, em sua permanente busca de produzir informação de qualidade e de interesse para os cidadãos".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.