quarta-feira, 23 de novembro de 2011

A incompetência e as mentiras da Chevron

Imagina se é num governo tucano, pré-sal nem teria a Petrobrás, seria todo de empresas como esta e a BP, aquela do desastre no Golfo do México.

Da Agência Carta Maior.
Escândalo Chevron: mentiras, multas irrisórias, politização e pré-sal
Petroleira norte-americana responsável por desastre ambiental escondeu das autoridades informação sobre fim de vazamento e tentou iludi-las com vídeo editado. Multas iniciais e pedido de indenização chegam no máximo a R$ 250 mi, quase nada para quem fatura US$ 200 bi. Para PSDB, governo demorou a agir. Partido não se indignou com 'mentiras', como fez com ministro, nem pediu CPI da Chevron, suspeita de buscar pré-sal alheio, como fez com Petrobras.
A íntegra.
"Após caso Chevron, é preciso rever lei que reparte o pré-sal"
Fernando Siqueira, presidente da Associação dos Engenheiros da Petrobrás (Aepet), diz que tragédia ambiental na bacia de Campos é oportunidade para rever lei do pré-sal. Para ele, Petrobras, escolhida como operadora da área, poderia administrar sozinha todo o processo exploratório sem depender de estrangeiras selecionadas através de leilões.
A íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.